O Brasil terá 15 duplas na etapa do Circuito Mundial de Vôlei de Praia, que inicia nesta quarta-feira (16), em arena montada pela Construtora Pasqualotto, na Meia Praia, em Itapema.

A Confederação Brasileira anunciou a representação brasileira nesta terça-feira (15). Das 15 duplas inscritas sete, que conseguiram a vaga pela posição no ranking de entradas da Federação Internacional de Voleibol ou por convite, já partem da fase de grupos, e jogarão a partir de quinta-feira (17).

As outras oito duplas brasileiras disputam o classificatório (pré-torneio com jogos eliminatórios diretos para conseguirem as últimas vagas para a fase principal) nesta quarta-feira. Entre as oito duplas está a multicampeã Josi Alves, de Balneário Camboriú, única jogadora catarinense nesta etapa do Mundial. Ela fará dupla com Lili, do Espírito Santo, com quem joga há 1 ano e 5 meses.

“Estou bem feliz por estar jogando em Santa Catarina, em minha cidade, para minha torcida. A nossa expectativa é a melhor possível, porque a gente vem jogando as etapas e tendo bons resultados. Espero dar continuidade a esse bom momento nesse circuito”, disse Josi ao Página3.

No ano passado ela conquistou os Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC) para Balneário Camboriú fazendo dupla com Leize Bianchini, outra colecionadora de títulos estaduais.

Josi joga o Circuito Mundial há dois anos, que tem um ranking que qualifica para jogar as etapas. Recentemente ela voltou da Turquia e da Suíça, onde jogou duas etapas. Na Turquia ficou em quarto lugar e na Suíça em quinto.

“Passo o ano todo jogando, treinando, jogando também as etapas do Circuito do Open, que fechou agora a temporada, eu e minha parceira Lili fechamos a temporada em quarto lugar no ranking. Tenho conseguido resultados que nenhuma atleta de Santa Catarina já conseguiu. Primeiro estar disputando o Circuito Mundial correndo o mundo jogando e também por estar tão bem no Circuito Open”, explicou.

Feminino

Estão garantidas na fase de grupos as duplas que iniciarão a disputa na quinta-feira: Ágatha/Duda (PR/SE), Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ), Maria Elisa/Carol Solberg (RJ) e Taiana/Carol Horta (CE). No classificatório, estão na disputa Josi/Lili (SC/ES), Juliana/Andressa (CE/PB), Maria Clara/Elize Maia (RJ/ES) e Tainá/Rebecca (SE/CE), em parceria provisória.

Masculino

As duplas que entram direto na fase de grupos: Evandro e André Stein (RJ/ES), Álvaro Filho/Saymon (PB/MS) e Vitor Felipe/Guto (PB/RJ). No classificatório, os seguintes times buscam vitória por um lugar nas chaves: Hevaldo/Arthur Lanci (CE/PR), Jô/Léo Vieira (PB/DF), Ramon Gomes/Fernandão (RJ/ES) e Thiago/Adrielson (SC/PR).

Destaques

Os principais desfalques anunciados pela Confederação ontem são Alison/Bruno Schmidt (ES/DF) e Pedro Solberg/George (RJ/PB). Na dupla campeã olímpica, Bruno não jogará porque está com uma lesão muscular na coxa. Na outra dupla, Solberg não poderá jogar porque está lesionado na panturrilha.

Estão em Itapema os atuais campeões mundiais, do Circuito Mundial e do Circuito Brasileiro, Evandro e André, as atuais campeãs brasileiras, Maria Elisa e Carol Solberg, cinco medalhistas olímpicos da última edição na Rio-2016 : Ágatha, Bárbara Seixas, Kerri Walsh (EUA), Brouwer (HOL) e Meeuwsen (HOL) e os atuais campeões pan-americanos, Virgen/Ontiveros e Ana Gallay (ARG).
Premiação

O torneio em Itapema será da categoria quatro estrelas, distribuindo 150 mil dólares aos atletas, com as duplas campeãs nos dois naipes recebendo 20 mil dólares e somando 800 pontos para o ranking, que define os campeões da temporada. As competições do tour são classificadas de uma a cinco com base nos pontos e na premiação que distribuem.

Local dos jogos

Os jogos acontecerão em arena montada na Meia Praia, entre as ruas 307 e 313, num terreno de aproximadamente 60 mil m², cedido pela construtora Pasqualotto & GT. Serão utilizadas cinco quadras para jogos oficiais, além de duas quadras de aquecimento, cercadas por uma arquibancada principal e outras externas, totalizando 2.700 lugares. A quantidade de areia também é expressiva: 2.600 toneladas, ou 1.700 metros cúbicos.

Primeira vez

O Brasil já sediou 42 etapas naipe masculino e 37 do naipe feminino do Circuito Mundial de vôlei de praia. Mas esta será a primeira vez que uma cidade da região sul do país, e mais especificamente de Santa Catarina, recebe uma etapa do giro internacional.

As partidas serão exibidas ao vivo pelo canal SporTV a partir das semifinais, no sábado, e uma das finais contará com exibição da TV Globo no domingo de manhã. Na arena, que será maior já construía para o Circuito Brasileiro, animação e distribuição de camisetas e brindes. Além da entrada franca aos torcedores, sem cobrança de ingressos.

Movimentação

É grande a movimentação em Itapema nos últimos dias, quando começaram a chegar os atletas internacionais, entre eles representantes da Romênia, Japão e Alemanha que já treinaram no local dos jogos. O número de profissionais envolvidos deve atingir cerca de 180 pessoas entre árbitros, representantes da Federação Internacional de Voleibol (FIVB), médicos, fisioterapeutas, massagistas, seguranças, equipe de limpeza, equipe de alimentação, assistentes de quadra, atendimento aos atletas, profissionais de comunicação e membros da Confederação Brasileira de Voleibol.

Entre os atletas, somando os torneios masculino e feminino serão 174 jogadores e 87 duplas. Serão 28 países representados na competição, incluindo nove medalhistas olímpicos, campeões mundiais e pan-americanos.

Serviço

O que: Circuito Mundial/etapa Itapema

Local: Meia Praia, altura da rua 313

Quarta (16.05): 8h às 17h

Quinta (17.05): 8h às 19h

Sexta (18.05): 8h às 20h

Sábado (19.05): 9h às 13h; 18h às 22h

Domingo (20.05): 8h às 13h

Entrada franca

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro

Fonte: Pagina 3

Comentários