Adolescentes que integram Programa Novos Caminhos se formam em Chapecó

Os 40 adolescentes que se formaram no Programa Novos Caminhos nesta quinta-feira (06), em Chapecó, terão maior oportunidade de ingressar no mercado de trabalho e em cursos de qualificação. Eles participaram de formações oferecidas pela Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) e pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio-SC). Em todo o Estado, 265 adolescentes que integram o programa se formam neste ano.

A formatura teve o objetivo de assinalar a conclusão das atividades do programa em 2018 aos adolescentes inseridos em serviços de acolhimento nos seguintes municípios do oeste catarinense: São Domingos, Xaxim, Xanxerê, Ponte Serrada, Abelardo Luz, Ipuaçu, Bom Jesus, Faxinal dos Guedes, Lajeado Grande, Marema, Vargeão, Passos Maia, Chapecó, São Carlos, Palmitos, Caxambu do Sul, Guatambu e Nova Itaberaba. Neste ano, foram atendidos 13 serviços de acolhimento, sendo que nove adolescentes foram inseridos no mercado de trabalho vinculados à aprendizagem e três foram efetivados pelas empresas.

As turmas iniciaram as aulas em abril e os adolescentes participaram de diversos cursos de educação profissional, programas, projetos e atividades complementares que os qualificaram para o mercado de trabalho. A formação profissional é oferecida pelas entidades da FIESC (SESI, SENAI e IEL) e da Fecomércio (SENAC), além de manter parceria com a Júnior Achievement.

A adolescente Nathaly Maria Soares de Camargo, 15 anos, participou do programa e falou em nome da turma durante a formatura. Ela está no 9º ano do ensino fundamental e faz curso de aprendizagem em Alimentos no Senai. Nathaly ressaltou a oportunidade oferecida pelo programa. “Chegamos até aqui com nosso esforço. Encontraremos obstáculos para alcançar nossas metas, mas estudamos e aprendemos bastante e, agora, podemos agradecer, olhar para frente e dizer que as oportunidades existem, o que precisamos é aproveitá-las”.

O ingresso no mundo do trabalho oportunizado pelo programa foi destacado pela promotora titular da 3ª promotoria de Justiça, Vânia Augusta Cella Piazza. “Quase todos os adolescentes do programa têm histórias difíceis e percebemos que todos se dedicam aos estudos. Com o Novos Caminhos, eles podem ingressar no mundo do trabalho pela porta da frente, na idade adequada, preparados e em empresas sérias e comprometidas. O programa traz esperança de um futuro melhor”.

Para o presidente da subseção da OAB de Chapecó, Ortenilo Azzolini, projetos como o Novos Caminhos são fundamentais para transformar o Brasil em um grande país. “Apesar de reclamarmos muito, estamos entre as dez maiores nações do mundo. Um dos grandes motivos para nos orgulharmos do Brasil são ações como essa desenvolvidas por entidades comprometidas”.

O vice-presidente regional a FIESC, Waldemar Antônio Schmitz, enfatizou que o programa já auxiliou muitos adolescentes a ingressar no mundo do trabalho e conquistar a autonomia de uma vida digna e cidadã. Lembrou que Chapecó recebeu a turma piloto do programa que, atualmente, acontece em todo o Estado e integra o Movimento Santa Catarina pela Educação. “É uma satisfação ver esses adolescentes com oportunidades de inserção no mercado de trabalho em condições iguais ou até melhores que outros que não passaram por dificuldades semelhantes”.

A representante da Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC) e do Tribunal de Justiça e juíza da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Chapecó, Surami Juliana dos Santos Heerdt, ressaltou a importância do programa e a parceria entre as entidades para a sua realização. “O Novos Caminhos não é um programa meramente assistencialista. É uma maneira de fazer justiça para esses adolescentes, dando instrumentos para competir no mercado de trabalho e para que sintam que têm condições e capacidade profissional”.

NOVOS CAMINHOS

O Programa Novos Caminhos iniciou em 2013. É uma iniciativa da Coordenadoria da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (CEIJ/TJSC), junto à Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC), Ordem dos Advogados do Brasil/Santa Catarina (OAB/SC), Associação Catarinense de Medicina (ACM), Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (FECOMERCIO) e Fundação ESAG.

A parceria entre as entidades tem como finalidade qualificar e profissionalizar os adolescentes inseridos em serviços de acolhimento com idade a partir de 14 anos. O programa também abrange os egressos (até um ano do seu desligamento) e fortalece as redes de apoio ao adolescente.

Os sindicatos patronais filiados à FIESC contribuem, por meio das empresas associadas, na inserção dos adolescentes no mercado de trabalho. Neste ano, abriram oportunidade para os adolescentes a Bugio Agropecuária, Rissi Fachadas e Esquadrias, Moinho Martelli, Scala Engenharia, Brasão Supermercados e Ogochi.

Fonte: Diário da Cidade

Comentários