Quase 1 mil peças de uniformes falsificados são apreendidas depois de denúncia da CDL de Balneário Camboriú

Um total de 951 peças de uniformes falsificados de escolas particulares da cidade foram apreendidas pela Secretaria Municipal da Fazenda, com apoio da Polícia Militar, depois de uma denúncia da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Balneário Camboriú. A informação de que os produtos estariam sendo comercializados ilegalmente chegou à entidade a partir da informação de um empresário associado.

Os uniformes foram apreendidos por volta das 16h de sábado, na Rua Curitibanos, em Balneário Camboriú. O material estava com uma mulher que mora em Blumenau mas residiu durante muitos anos em Camboriú e vem sendo procurada há anos com suspeita de falsificação de produtos. Neste endereço, os fiscais da prefeitura encontraram camisetas, moletons, bermudas e calças dos colégios Energia e Aster, que vinham sendo comercializados de forma clandestina para pais de alunos.

Os produtos eram oferecidos através de grupos de WhatsApp. A presidente da CDL, Eliane Colla, lembra que pirataria é crime e deve ser permanentemente combatida pela sociedade. “É muito importante que o consumidor também tenha consciência disso. Queremos tanto uma mudança no comportamento político e cultural do nosso país, mas temos que começar revendo hábitos como cidadão”, observa a empresária. Ao longo de 2019, a CDL de Balneário Camboriú dará ênfase a ações e campanhas contra a pirataria e o comércio ilegal.

Fonte: Diário da Cidade

Comentários